domingo, 30 de dezembro de 2012

Roteiro divertido para as férias



Férias de final de ano é tudo de bom. Um período mais longo, quando as crianças e os pais têm mais tempo para ficar juntos. Que tal elaborar um roteiro bem legal para conciliar  diversão com a rotina do dia a dia?

É possível ter férias super legais na sua cidade. Existem muitas opções para quem não vai viajar.

Aqui estão algumas dicas:

1) Programas culturais: levar as crianças em exposições, aquários, museus, pracinhas, igrejas e para ver lugares importantes na sua cidade. Você vai descobrir que a sua cidade proporciona mais coisas que você imagina.


Para o passeio ser super legal, é preciso se informar sobre o local, o tipo de atividade que vão fazer e já sair de casa conversando sobre o assunto. Leia um pouco, invente formas divertidas de explicar as coisas. Interagir é fundamental. Momento de conhecer suas crianças.

2) Dia de Mestre Cuca:  junte uma turminha e ajude-os a fazer uma receita bem fácil, voltada para crianças. O Dia de Mestre Cuca não é só para as meninas. Meninos também podem se divertir demais.

3) Clube: programe um dia do final de semana com sol para ir para o clube.  Piscina, bola, peteca, corre-corre e muita diversão esperam por vocês. Fique por perto das crianças, sempre  de olho, acompanhe nas brincadeiras. Passeio no clube é atenção redobrada com a segurança. Leve na bolsa protetor solar, frutas, água e roupas leves.

4) Parques e pracinhas: lugares amplos, com área verde, ao ar livre, são refrescantes e ajudam a aliviar as tensões. Há muitos parques e praças  interessantes na cidade, com atividades para crianças, que permitem vários tipos de brincadeiras, como jogar bola, peteca, patins, andar de bicicleta, pular cordas e até fazer pic nic.

5) Jardim zoológico: uma boa opção para passear e mostrar os animais de pertinho para as crianças. Explicar sobre as espécies, onde é o habitat natural de cada um. Os zôos normalmente são grandes, por isso, prepare-se para uma boa caminhada.

6) Resgatar brincadeiras antigas: com tantas opções e tecnologias, a maioria das crianças não conhecem brincadeiras que fizeram sucesso na infância dos pais. Resgatar estas histórias é divertido, pois permite que seus filhos imaginem os pais quando crianças, como foram, do que gostavam. É um vínculo afetivo interessante.  Corrida do saco, jogo de mímica, amarelinha, adedanha e tantas outras .... ai que saudade.

7) Teatro em sua casa: junte as crianças e crie uma historinha para ser encenada. Teatro de fantoches ou então o teatrinho comum. Você pode trabalhar questões importantes como,  jogar lixo na rua,  desperdício de água, não falar com estranhos. É educativo e divertido. Para os pequeninos, o teatro de fantoches funciona melhor. É legal também para trabalhar timidez, expressão e para que elas se soltem e se divirtam!

8) Cinema / teatro infantil: uma volta pelo shopping para brincar, fazer um lanchinho e assistir a um filme, de preferência em 3D e com direito a pipoca, é diversão garantida, principalmente para os dias de chuva. Nesta época de férias, muitos shoppings oferecem recreação e teatro infantil. Vale conferir.


A sessão de cinema também pode ser em casa. Chame os coleguinhas, prepare um lanche e coloque um filme bacana. Eles vão amar.

9) Leitura:  incentive a leitura, a curiosidade, o prazer em aprender coisas novas, mesmo nas férias escolares. Visite bibliotecas, feiras de livros e livrarias. Deixe que as crianças escolham as histórias e livros infantis  que querem ler.



10) Mesa de jogos:
existem vários jogos divertidos e inteligentes voltados para as crianças. Jogo de tabuleiro, de mímica, entre outros. Incentive sempre a brincadeira em grupo, a partilha e não a competição por si só. Mostre que o que importa é competir e não ganhar.

11) Piquenique: até mesmo no quintal de casa é bom demais. Experimente preparar lanchinhos leves, frutas, sucos e levar para um piquenique. A toalha  xadrez dá um  toque especial. Descubra um local em contato com a natureza. Você pode fazer brincadeiras que trabalhem todos os sentidos, inclusive o paladar com uma brincadeira de adivinhar o sabor de algum alimento, por exemplo.

12) Visitar a família: quem não se recorda das férias com os primos, na casa da vovó? Faz parte da infância. É uma recordação boa que fortalece o vínculo com a família. Seja na casa dos avôs, avós, tios, tias, o importante é proporcionar este momento especial para as crianças.

sexta-feira, 14 de dezembro de 2012

Promessa de final de ano: reorganizar e doar

Com a chegada do final do ano, a gente promete que vai colocar em ordem a casa toda, descartar uma série de coisas que não está usando mais, doar, abrir espaço para coisas novas. Entrar o ano novo com as energias renovadas é importante.

Para facilitar o trabalho, comece fazendo o descarte. Separe o que você não está usando, o que precisa de reforma, o que pode ser doado. Avalie tudo e veja o que realmente vale à pena guardar. Lembrando que roupas de outras estações, você pode embalar e guardar no maleiro ou outro compartimento menos utilizado.

Faça o trabalho por partes para não se cansar e veja abaixo algumas dicas do que seria ideal descartar:

Você pode embalar em sacos para doar ou vender por quilo
- Revistas antigas, rasgadas, amassadas
- Encartes de supermercado e propagandas
- Garrafas vazias
- Jornais
- Papéis, livros e material escolar que não estão em uso ( os livros podem ser doados para bibliotecas)
- Panelas e potes que você não usa mais ou odeia
- Caixas vazias
- Listas telefônicas antigas

Algumas farmácias têm recipiente de coleta
- Remédios e cosméticos vencidos
- Frascos vazios de shampoos, hidratantes...

Lixo
- Canetas sem tinta, sem tampa, que não funcionam mais
- Escovas de dente (aconselhável trocar a cada 6 meses)
- Meias sem par
- Brinquedos quebrados
- Esponjas, panos de prato e de limpeza velhos
- Sapatos que não têm mais reparo
- Roupas velhas, furadas e que não tem mais conserto
- Elásticos e prendedores de cabelo velhos
- Objetos inúteis em geral
- Sachês de catchup e temperos de fast-food
- Comidas velhas na geladeira
- Pôsters que você jamais vai pendurar nas paredes
- Velas queimadas
- Artigos de cozinha quebrados, tipo xícaras
- Óculos quebrados que você não tem a intensão de arrumar
- Ímãs de geladeira

Ver o descarte adequado:
- Pneus velhos
- Disquetes e cds velhos
- Pilhas e baterias usadas
- Acessórios velhos e inúteis de computador

Doação (o tecido pode ser aproveitado)
- Lençóis, fronhas, travesseiros, colchões velhos
- Material de artesanato sem utilidade
- Roupas, sapatos e bolsas em estado de uso

Na verdade, a gente acumula muitas coisas que nunca são utilizadas. E acabamos encontrando mais coisas para jogar fora que para doar.